Viajantes Interplanetários

E-MARTE: Cadastre-se para receber nossas novidades em primeira mão!

domingo, 25 de março de 2012

Sonhos, versos e Haicais

Haicais de Domingo









Regina Regazzi é mineira, residente na cidade de Juiz de Fora e anda por dentro da boa poesia. Apaixonada pelo campo, elabora boa parte de sua obra entre sonhos de um lugar mais tranquilo.

Do canto do olho
Escorreu uma lágrima
Teimosa, ela escapa

Muito previnida, sempre anda com papel e caneta dentro da bolsa para não dar sorte para o azar.Sabe que uma boa ideia pode se perder facilmente se confiarmos fidedignamente na nossa capacidade de memorização. Apesar da inspiração não ter hora marcada, ela afirma que prefere escrever cedinho, junto com os primeiros raios da manhã, ou à noite, depois que o silêncio se torna seu único companheiro.É quando consigo me concentrar melhor, afirma a construtora de belíssimos poemetos.


Por entre as folhagens
Despertas e sorridentes
Duas margaridas

A poetisa que escreve regularmente no blog Sonhos e versos tem uma carinho todo especial para com os haicais que faz com grande maestria.

Com muita humildade nas suas colocações, ela nos deu a oportunidade de conhecê-la um pouco mais aqui no Haicais de Domingo.

Haicais de Domingo: Sua poesia parece refletir bem a sua visão bem otimista de mundo. Você menciona que "escrever poesia é colocar sonhos em papel". Fale-nos daquilo que motiva você a compor versos tão encantadores e verdadeiros!

Regina: A vida por se só já é uma grande motivadora. E tudo que vejo de belo, coisas simples e verdadeiras mexem comigo. Há uma necessidade em mim de colocar pra fora as minhas emoções e só sei fazer isso escrevendo. É uma coisa de alma. E é uma terapia.


Tudo ficou triste
Sem voo da borboleta
Nesta primavera

Na verdade existe uma dualidade na minha poesia, porque eu sou assim. Considero-me uma pessoa de extremos. Eu posso hoje escrever um poema doce, encantador e amanhã você se deparar com um outro forte, às vezes até chocante...Eu tenho isso em mim. Mas o tempo, o amadurecimento vai moldando a gente e vamos aprendendo a olhar a vida de uma maneira mais suave e enriquecedora. E isso é algo mágico. Eu tento passar para o papel essas sensações que vou experimentando ao longo da minha vida.

Haicais de Domingo: Como você conheceu o haicai e quando começou a escrevê-los?

Regina: O meu contato mais íntimo com a poesia data de pouco tempo.

Comecei a escrever faz três anos atrás. E foi nessa época que conheci o haikai num site onde publicava meus poemas. E me apaixonei por eles. Você se expressar em apenas três versos é algo fantástico. Eu sempre gostei de escrever assim. É um desafio. E é lindo...O haikai é muito, muito poético.Mas ainda não o conheço profundamente como eu gostaria. Aos poucos vou aprendendo mais sobre ele e tentando aperfeiçoá-lo na minha escrita.

Na noite sombria
Sem porto, navega o barco
Sem rumo...à esmo...

Haicais de Domingo: São palavras suas: "Da palavra nasce ...o poema /Da sensibilidade...o autor /Do sonho ...a arte". Você se interessa por algum outro tipo de arte, tal como música, pintura, etc...

Regina: Toda arte me atrai. Eu tenho por hábito escrever ouvindo música. E quando eu já tenho mais ou menos em mente o que vou escrever, procuro escolher uma que eu ache que combina com o que estou querendo passar para o papel. Porque ouvi-la me inspira. Mas fora a poesia eu não acho que eu tenha jeito pra desenvolver qualquer outro tipo de arte. Eu apenas gosto de apreciar o que é belo.

Montanha de pedras
As flores amerelinhas
Quebram a frieza

Haicais de Domingo: Em que autor ou autora você costuma se espelhar para seguir com a poesia?

Regina: Eu não tenho um autor em particular, mas gosto muito de Carlos Drummond de Andrade, Fernando Pessoa, Casimiro de Abreu. Adoro Florbela Espanca e Clarice Lispector. E gosto também da poesia de Augusto dos Anjos.




Na casa de campo
Sob a sombra da árvore
Conversas e risos

Eu recomendo a visita ao blog de Regina, onde a alma se nutre de energias salutares todo tempo.


Muita Paz!

Cristiano Marcell é professor nas horas vagas e escreve regularmente em http://haicaienaomachuca.blogspot.com e http://esquifedememorias.blogspot.com

21 comentários:

  1. Olá Cristiano!Vim lhe agradecer por essa oportunidade de estar aqui no Poetas de Marte falando um pouquinho de mim e dos meus escritos. Fiquei muito feliz e honrada com seu convite. Muito, muito grata poeta. Grande abraço.

    ResponderExcluir
  2. Que bela entrevista, Cristiano!
    Fiquei encantada com a doçura e sutileza dos haikais da Regina Ragazzi. Ela está de parabéns pelo seu maravilhoso talento!
    Visitarei seu blog seguirei-o, com certeza.
    Beijos a ambos.

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Adorei a poesia,com certeza vou visitar o blog dela.
    Grande abraço
    se cuida

    ResponderExcluir
  4. Cristiano.
    Parabéns a regina pelo talento e qualidade de suas criações e você pela iniciativa. JAIR.

    ResponderExcluir
  5. Cristiano sempre nos revelando artistas como Regina Ragazzi, cuja sensibilidade feminina faz toda a diferença na poesia.

    Abraço!

    Wesley

    ResponderExcluir
  6. Bem pertinente esse comentário, Wesley.

    ResponderExcluir
  7. A poética de Regina é cativante, adorei a entrevista e os haicais apresentados! Parabéns, Cristiano, por nos apresentar essa talentosa poetisa.
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  8. Mais uma bela entrevista, mais uma haijin nessa confraria domingueira...

    Parabéns à poeta pela delicadeza e ao entrevistador pela sensibilidade!

    Abraços, bons caminhos...

    ResponderExcluir
  9. Regina, poeta sensível, compartilho teu encanto pela natureza!

    Teus poemas expressam essa singeleza dos pequenos momentos...

    Já me tornei sua seguidora,

    abraços fraternos...

    ResponderExcluir
  10. Bom dia!! Vim agradecer a todos os poetas e amigos pelos comentários gentis e incentivadores que me deixaram aqui.Meu muito obrigada também àqueles que visitaram meu blog e estão me seguindo.Estou muito feliz. E sempre e incansavelmente a minha gratidão ao amigo poeta Cristiano Marcell.
    Bj carinhoso a todos.

    ResponderExcluir
  11. Linda demais essa poetisa!..Guardarei mais esse nome!...Adorei também os nomes de peso na influência dela como poeta!...Parabéns, bela entrevista e maravilhosa entrevistada!...Um abraço!

    ResponderExcluir
  12. Cristiano mais uma interessante entrevista.Belos haikais da Poeta Regina.Fiquei feliz em conhecer o mundo dos haikaitistas em tua coluna.
    bjs de violetas para ambos Poetas.

    ResponderExcluir
  13. Simpes, sem pretesão de abafar, você vai colhendo, pequenos momentos, com poucas palavras e três versos - resultando num sensível bom gosto na arte do hai-kai. Belezinha. Parabéns, amiga.
    abraços
    francisco miguel de moura

    ResponderExcluir
  14. Sua entrevista é um poema proseado
    fala dos haicais com a essência
    de Bashô
    de uma samurai que mesmo na lingua
    lusitana fonética soplana
    escreve com lindos ideogramas
    nas entrelinhas
    belos versos orientais

    uma jia nauta
    sobrevoa uma lagoa
    pousa numa boa

    até quando quase cai
    fica mui belo haicai

    Esta entrevista é um puro lirismo poético
    se hoje faço um tanka não tão tankabom
    aprendi com ela
    ela é uma máquina de escrever
    em carne e alma viva.

    mui belo

    Luiz Alfredo - poeta

    ResponderExcluir